Mostra Lanterninha de videodança

A mostra Lanterninha de videodança surgiu da vontade de abrir espaço para os artistas que se interessam pela experimentação videocoreográfica e também discutir a linguagem da videodança. Essa ideia foi viabilizada a partir da parceria com um local público, importante da cidade de São Paulo: o Cine Olido.

Em nosso primeiro encontro, começamos a refletir sobre o potencial da mostra na formação de público. A descoberta foi que não estávamos somente disponibilizando um lugar físico para os artistas, mas também divulgando essa linguagem para espectadores que não costumam ver dança em São Paulo.

A preciosidade destes encontros é a possibilidade de difundir a dança em sua vertente experimental, já que ela não circula nas mídias de comunicação de massa.

Como o lanterninha que antigamente mostrava o caminho de entrada na sala de cinema, esperamos iluminar uma linguagem ‘lanterninha” na conquista de público.

 

2a. Mostra de videodança Lanterninha.

postado em 15 de julho de 2009

A Mostra de Videodança Lanterninha é uma parceria do Cine Olido, Núcleo de Dança da Galeria Olido e do Acervo Mariposa. Consiste em promover 5 encontros com o público, que acontecerão em um domingo por mês a partir do mês de agosto/2009, sempre ás 17 horas a entrada é gratuita.

Cada encontro terá sua própria temática e bate-papo após a exibição dos vídeos:

02 Agosto Companhias que produzem vídeos vinculados à pesquisa de seus espetáculos.

06 Setembro Dançarinos e videoartistas que trabalhem na fronteira da dança, performance e vídeo.

04 Outubro Dançarinos-videomakers que realizem seus próprios vídeos.

08 Novembro Fronteiras Dançarinos e Videomakers que transitam entre a danca e outras linguagens.

06 Dezembro Novos videosdanças e videos produzidos nos Workshops promovido pela mostra.

O que a Mostra pretende é gerar espaço para apresentação da linguagem e disponibilizando ao público em geral discussão sobre vídeo e dança.

Vindo de encontro com o que o Acervo Mariposa tem como proposta para a dança; disponibilizar o conhecimento de dança acumulado através do tempo, fazendo da história um objeto presente com o qual o público pode conhecer, relacionar-se, por conseguinte, ampliar sua experiência com a dança.

O Acervo conta com a parceria da Creative Commons, ferramenta internacional de gerenciamento de direitos autorais em um novo sistema de Copyleft no qual o autor escolhe os símbolos de liberação do seu trabalho.

 

 

catalogo_folha1_frente_copy